Rádio Criciuma

Rádio Criciúma

Canais
Como escutar
Programação
Galeria de fotos
Guestbook
Notícias
Colunistas
André Abreu - EUA
Carla Giassi
Cris Freitas
Cristiano Forte
Dante Bragatto Neto
Dentro da Área
Dr Fernando Moreira
Dr. Vilson Schambeck
Maíra Rabassa
Mariana Trichêz Dalanholli
Néia Pavei - Itália
Nena Benedet Tautz
Rádio Criciúma Debate - em vídeo
Vinícius Valcanaia
Serviços
Vídeos
Chat
Classificados
Fale Conosco
Portal
Cadastre-se
Anuncie aqui
Contato
Twitter RádioCriciúma.com.br


Publique as notícias da Rádio Criciúma em seu site. É grátis!
Copie o código abaixo e cole no seu site:
Quem toca aqui
 
Adriana Calcanhotto
1965 Nasce em Porto Alegre, no Rio Grande do Sul, no dia 03 de outubro (dia do aniversário de sua mãe e também de Orlando Silva). Filha de Carlos Alfredo Calcanhotto, baterista de jazz e bossa nova, e Morgada Assumpção Cunha, bailarina e professora de Educação Física. 1970 Ouve rádio AM com a babá durante o dia e à noite com os pais, ouve o repertório deles, que vai de Astor Piazzolla e Pink Floyd a Miles Davis e João Gilberto, passando por Edson Machado. Assiste aos ensaios dos conjuntos onde seu pai toca na garagem da casa. 1971 Ganha de presente da avó um violão. Inicia as aulas com um professor que gosta de Tom Jobim e João Donato. 1977 Faz aulas de piano e joga tênis obstinadamente sonhando tornar-se tenista e disputar torneios e campeonatos. 1978 Em fevereiro vai para o Rio de Janeiro com a família. Na volta para Porto Alegre retoma o violão que estava abandonado. Compõe a primeira safra de canções. 1979 Descobre os discos de Maria Bethânia, Caetano Veloso, Luiz Melodia, Elis Regina e MPB em geral. Lê diversos livros sobre o Modernismo no Brasil, descobre Oswald de Andrade, Mario de Andrade, Tarsila do Amaral, Pagu e as idéias antropofágicas, que a fascinam. 1984 Sai de casa e começa a cantar e tocar profissionalmente em bares e casas noturnas de Porto Alegre. 1985 Inicia aulas de técnica vocal com a cantora lírica Déa Mancuso. Pára de cantar na noite e inicia trajetória de compositora e performer, visando os espaços teatrais da cidade. De 25 a 28 de abril estréia o primeiro espetáculo, Tupiniquim, no bar Fazendo Artes. 1986 Convida o diretor de teatro Luciano Alabarse para dirigir um show. Em fevereiro eles estréiam Crepom. Em julho montam juntos um show com inspiração antropofágica, A Mulher do Pau Brasil. Faz alguns shows de voz e violão com a cantora Luciana Costa. Estréia como atriz encenando Jean Genet na peça O Balcão, encenada pela primeira vez em Porto Alegre e dirigida por Luciano Alabarse. Em dezembro estréia no Porto de Elis Sei que Estou Errada, show com direção de Luciano Alabarse em que divide o palco com a radialista e apresentadora de TV Tânia Carvalho e com a cantora Annie Perec. 1987 Em janeiro estréia o show Nunca Fui Santa com canções de carnaval de todos os tempos e composições próprias. Em março participa de homenagem à Elis Regina no Theatro São Pedro junto com artistas locais e estréia Vítima, show de tom jazzista e urbano. Em agosto leva Vítima para São Paulo no "Espaço Off" e, no "Madame Satã", participa de Outubro ou Nada, um espetáculo de música, poesia e teatro, direção de Luciano Alabarse. Em outubro estréia no Teatro Renascença Outubro ou Nada. Em novembro estréia Fonseca's Gang no Porto de Elis. Em dezembro, no Gigantinho, faz uma performance como Miss Brasil 2000 aparecendo nua no show de Rita Lee a convite da própria Rita. 1988 Em janeiro vai para São Paulo com Fonseca's Gang. Canta no Centro Cultural São Paulo, na Semana Elis. Na volta a Porto Alegre, em março, estréia Batom, show dirigido por Luciano Alabarse que tem temporada prorrogada, com recordes de público. Em julho estréia em São Paulo, no Teatro Caetano de Campos (Projeto Adoniran) e depois no Madame Satã o show de voz e violão Infinitivamente pessoal. Em dezembro estréia A Outra em Porto Alegre, no Espaço IAB. 1989 Em fevereiro vai para o Rio de Janeiro a convite de Maria Lucia Dahl que a hospeda. Estréia um show com os melhores momentos de seus espetáculos anteriores no Mistura Up, em Ipanema. O Caderno B do Jornal do Brasil publica a crítica de Paulo Adário "Talento a Pampa" e o show vai sendo prorrogado virando assim uma temporada de cinco semanas. Miguel Faria e Susana Moraes a convidam para fazer a voz da cantora Stelinha no filme que seria dirigido por ele e que seria premiado com 18 kikitos no Festival de Cinema de Gramado, em 1991. Faz uma temporada do mesmo show em São Paulo no L'Honorable Societá e grava um especial para a TV Manchete. Aceita o oferecimento de Mazzolla para produzir seu primeiro disco e assina contrato com a CBS. Canta no Festival de Jazz de Montreux e assiste a João Gilberto ao vivo pela primeira vez. Na volta para o Brasil inicia, em dezembro, as gravações do disco. 1990 Em abril Enguiço é lançado. Faz a primeira turnê pelo Brasil, com show de voz e violão. "Naquela Estação" entra na trilha da novela A rainha da sucata, da TV Globo. 1991 Turnê pelo Brasil. Em 31 de maio posa, em Porto Alegre, para Iberê Camargo que pinta três retratos seus. Ganha o 4º Prêmio Sharp de Música como "Revelação Feminina", por Enguiço. Escreve uma safra de novas composições e a partir desse repertório inicia a pré-produção de um disco. 1992 Grava Senhas ao mesmo tempo em que faz temporadas de voz e violão no People e, com a banda e mais a participação da Mangueira do Amanhã, no Teatro Rival. Conhece a artista Lygia Pape que fala do Parangolé Pamplona, "o Parangolé que você mesmo faz". Em julho apresenta-se em Porto Alegre com a Orquestra de Câmara do Theatro São Pedro cantando suas composições com arranjos de Celso Loureiro Chaves. Em julho lança seu segundo disco, Senhas. 1993 Faz turnê pelo Brasil, de lançamento do disco, em show de voz e violão. "Mentiras" entra na trilha sonora da novela Renascer da TV Globo e estoura nas rádios do Brasil ficando meses em primeiro lugar de execução nas paradas de sucesso. Faz seu primeiro show no Canecão e recebe disco de ouro por Senhas. Em dezembro encerra a turnê no Rio de Janeiro depois de 170 apresentações neste ano. 1994 Faz outro concerto com a Orquestra de Câmara do Theatro São Pedro com arranjos de Celso Loureiro Chaves para suas canções. Em março vai à Nova Iorque com Antonio Cícero, Marcelo Pies e Waly Salomão. Na volta para o Brasil concebe, compõe e grava A Fábrica do Poema. O CD é lançado em dezembro. "Metade" entra na trilha sonora da novela Quatro por quatro da TV Globo. A crítica do Rio de Janeiro o considera "o disco do ano". 1995 Faz shows de lançamento do CD pelo Brasil. A convite da Editora Nova Aguilar musica alguns poemas do poeta português Mário de Sá-Carneiro e os apresenta em uma performance realizada na Livraria Argumento, no Rio, no lançamento das obras completas do poeta no Brasil. Em setembro posa para o Caderno Ela do jornal O Globo caracterizada como (a pintora mexicana) Frida Kahlo. 1996 Vai a Buenos Aires e faz um único show. Maria Bethânia grava "Âmbar" e "Uns Versos", de sua autoria. Cria a capa do CD da cantora Belô Velloso. Inicia temporada no Teatro Rival. Apresenta "Parangolé Pamplona", a canção, ainda não totalmente acabada, na inauguração do Centro de Artes Hélio Oiticica, no Rio de Janeiro. 1997 Vai à Nova Iorque com Marcelo Pies e Antonio Cícero. Na volta inicia o trabalho de um novo CD. Em setembro grava "Quem vem pra beira do mar", com a participação do próprio Dorival Caymmi. Revela em entrevistas estar vivendo crise artística. 1998 Em janeiro compõe "Vamos comer Caetano". Grava novamente com Caymmi (a mesma "Quem vem pra beira do mar", por causa de problemas técnicos com a primeira gravação). Compõe e grava "Vambora". É lançado Maritmo. "Vambora" entra na trilha da novela "Torre de Babel" da TV Globo. Cria, com Leonardo Teixeira, a trilha para o curta-metragem de Isabel Diegues Vila Isabel. Ensaia para o novo show e estréia Maritmo em Portugal, no Porto, nos Jardins do Palácio de Cristal, no projeto Animação de Verão 98, em sua primeira visita a Portugal. Na volta faz diversos shows pelo Brasil. Em setembro faz um show com Caetano Veloso no Metropolitan, no Rio de Janeiro. Em outubro e de novo em dezembro leva Marítimo para o Canecão onde recebe Disco de Ouro. "Mais feliz" entra na trilha da novela Suave veneno da TV Globo. Em 8 de dezembro participa (com performance-leitura do texto de Clark, A propósito do instante) do vernissage da Retrospectiva da Obra de Lygia Clark, no Paço Imperial, Rio de Janeiro. 1999 Filma o video-clip de "Mais feliz", onde explora alguns dos objetos sensoriais de Lygia Clark. O clip tem direção de Isabel Diegues e fotografia de Affonso Beato. Em abril participa do video-clip de Leila Pinheiro, Abril, canção de sua autoria. O clip é dirigido por Isabel Diegues. Inicia as gravações de um CD para crianças. Rompe o contrato com a Sony Music. Assina contrato com a BMG e cancela o lançamento do projeto infantil. Cria trilha musical para o desfile da estilista Luiza Marcier. Cria a capa do disco de Péricles Cavalcanti, Baião metafísico. É convidada para inaugurar uma nova casa de espetáculos no Rio, o Garden Hall onde em novembro estréia e grava, ao vivo, Clandestino ou Ilegal, Imoral ou Engorda ou Se o amor é fantasia eu me encontro ultimamente em pleno carnaval, show solo de voz e violão com participação especial do percussionista Marcelo Costa. 2000 Em fevereiro vai à Nova Iorque mixar e masterizar o CD. Em abril é lançado Público no Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro, o MAM. A turnê pelo Brasil começa por São Paulo. "Vambora" ganha o "10º Prêmio Sharp de 1999/Melhor Canção Pop-Rock". Canta na Maison de France do Rio de Janeiro, a convite da Editora Nova Fronteira, cinco poemas que musicou de Jacques Prévert nas comemorações do centenário do poeta. Em 16 de julho faz performance-trilha no desfile da grife Maria Bonita, da estilsta Maria Cândida Sarmento na 7ª Semana Barrashopping de Estilo, no Rio de Janeiro "Devolva-me" entra na trilha sonora da novela Laços de família da TV Globo e estoura nas rádios do Brasil. Filma o video-clip "Devolva-me" com três diretores, (Susana Moraes, Lírio Ferreira e Palito) a partir de uma proposição de Yoko Ono para cinema. Em 1º de setembro canta na inauguração da exposição comemorativa do aniversário de 70 anos do poeta maranhense Ferreira Gullar, no Mam do Rio de Janeiro. Faz temporada de três semanas no Teatro Rival. Em outubro vai a Portugal com Público, canta em Lisboa no Grande Auditório da Culturgest, no Porto e em Barreiro. Continua a turnê pelo Brasil. Mais uma temporada no Teatro Rival em dezembro e shows pelo Brasil. 2001 Ganha o Troféu Imprensa do SBT - Melhor Cantora e Melhor Canção "Devolva-me". É indicada em três categorias do Prêmio Multishow de Música. Em março filma em São Paulo, no Directv Hall, o show Público para DVD e especial da Directv, com direção de Susana Moraes e Jodele Larcher. Canta em Lisboa como convidada especial, em transmissão ao vivo pela RTP-1, na entrega dos Bordalos, prêmio anual da televisão portuguesa. Em maio encerra a turnê brasileira de Público, no ATL Hall, Rio de Janeiro. Em 18 e 19 de maio leva Público para Buenos Aires. Canta no Teatro Municipal do Rio na entrega do "Prêmio Multishow de Música" transmitido ao vivo pelo canal "Multishow". Em 27 de maio participa no "Museu do Açude", no Rio, junto com o poeta Waly Salomão e a bateria da Estação Primeira de Mangueira, da inauguração da obra permanente de Hélio Oiticica Magic Square Garden nº 5 fazendo um "Parangolé de Cabeça" em Waly e um "Parangolé Pamplona" com o qual dança, junto com os passistas da Mangueira. Em junho estréia na "Directv" o especial Público. É lançado "Perfil" uma coletânea com seus principais sucessos pela Som Livre. De 20 a 31 de junho faz, em 6 cidades portuguesas (Porto, Coimbra, Guimarães, Lisboa, Aveiro e Viseu) o show Adriana da Cunha Calcanhotto, criado especialmente para essa pequena turnê, onde é acompanhada por Zeca Assumpção no baixo acústico e Marcos Suzano na percussão. O show conta ainda com a participação especial do guitarrista português António Chainho. No Porto conhece o arquiteto português Álvaro Siza Vieira. Em Lisboa recebe Disco de Ouro por Público. De volta ao Brasil grava um programa especial "Brasil Musical" para o canal GNT de Portugal. Em 26 de julho participa de performance em homenagem a Hélio Oiticica no dia do aniversário deste fazendo Parangolés Pamplona com crianças de rua e prostitutas das redondezas do Centro de Artes Hélio Oiticica no centro do Rio de Janeiro. No dia 4 de setembro participa do show que comemora os 35 anos de carreira de Maria Bethânia, no Canecão, Rio de Janeiro, cantando com Bethânia "Cantada (Depois de ter Você)". No dia 23 de setembro canta como convidada no show de Caetano Veloso na Vila Cruzeiro, Complexo do Alemão, Rio de Janeiro. Em 26 de setembro grava "Caminhemos", samba de Herivelto Martins para a trilha sonora do longa-metragem O Vestido, roteiro baseado no poema de Carlos Drummond de Andrade, e dirigido por Paulo Thiago. Em 9 de novembro participa do show da banda Moreno+2, na Lona Cultural Gilberto Gil, em Realengo, Rio de Janeiro. 2002 Inicia em março as gravações do sexto CD. A canção "Pelos ares" entra na trilha sonora da novela O beijo do vampiro da TV Globo. Em 5 de agosto grava, no Rio de Janeiro, participação no disco da banda gaúcha Papas da Língua, cantando a música "Sorte". Em 14 de agosto filma o clip de "Pelos ares" na instalação permanente Magic Square nº. 5 de Hélio Oiticica, no Museu do Açude, Rio de Janeiro. Em 18 de setembro grava entrevista para o poeta Eucanaã Ferraz, no Rio de Janeiro, para o lançamento do novo disco. Nos dia 7, 8 e 9 de outubro é lançado Cantada no Museu do Açude, no Rio de Janeiro. No dia 10 de outubro Cantada é lançado em Portugal, com entrevistas por telefone. Em 16 de outubro estréia em Porto Alegre a turnê Cantada, no Teatro do Sesi. Em 21 de outubro grava participação especial no disco (somente para Portugal) de Gabriel o Pensador, em São Paulo. Em 13 de novembro faz uma sessão de fotos para o livro do maquiador e fotógrafo Fernando Torquatto onde ele, a pedido de Adriana, a transforma em negra. Em 7 de dezembro faz o último show do ano da turnê Cantada, em Recife. Em 12 de dezembro inicia as gravações da trilha para coreografia de Dany Bitencourt, da Cia de Dança Cisne Negro. Em 19 de dezembro grava participação no video-clip da música "Tás a Ver" de Gabriel o Pensador com direção de Estevão Ciavatta. Em 22 de dezembro canta no projeto Conexões Urbanas, do AfroReggae, em palco armado na comunidade Beira Rio, convidada de Caetano Veloso, junto com Gilberto Gil e Frejat. 2003 Faz temporada de três semanas do show Cantada no Canecão, de 24 de janeiro a 9 de fevereiro. Ainda em fevereiro finaliza e mixa a trilha “Maria Bonita” para a Cia de Dança Cisne Negro. Em 22 de fevereiro canta no Museu do Açude, Rio de Janeiro, em evento da ONG Alto Sustentável. Em 1º de março faz o show Cantada em Rio das Ostras, em palco na praia. Em 18 de março grava em São Paulo, nos estúdios do SBT, a entrega do Troféu Imprensa, Melhor Cantora de 2001, prêmio que recebe de Silvio Santos. De 28 a 30 de março faz o show Cantada no Directv Hall em São Paulo. Em abril faz shows da turnê Cantada pelo interior de São Paulo e Paraná. Em 4 de junho embarca para Lisboa para uma série de entrevistas, viaja para Madrid em 9 de junho onde lança o CD Cantada e de volta a Portugal lança, em Vila Nova de Famalicão, “Algumas letras”, volume que reúne as letras das canções de sua autoria. O livro é lançado pelas Quasi Edições, exclusivamente em Portugal. Em 13 de junho inicia a turnê do show Cantada pelo país estreando no Coliseu do Porto. Viaja pelo país com o show cantando em cidades como Coimbra, Évora, Loulé e Mértola. De 23 a 25 de junho faz as três últimas apresentações do espetáculo em Lisboa, no Coliseu dos Recreios. 2003 Em 9 de janeiro ganha o Prêmio Subversões Awards na categoria “Pra quem a gente quer dar” em cerimônia de entrega na Sala Baden Powell, Copacabana, Rio de Janeiro. Em 28 de janeiro participa como convidada do show de Mariana de Moraes no Centro Cultural Carioca, no centro do Rio. Em 10 de fevereiro participa na Livraria Dantes, no Rio de Janeiro, do evento de relançamento de Me segura que eu vou dar um troço, primeiro livro do poeta Waly Salomão, morto em maio de 2003. Em 12 de março dá sessão de autógrafos do livro O poeta aprendiz na Fnac de Campinas, São Paulo. De 15 de março a 9 de abril finaliza o Cd Adriana Partimpim no AR Estúdio, Rio de Janeiro. Em 13 de abril embarca para Madri onde recebe o Prêmio da Academia de Música na categoria Revelação Latina e canta na cerimônia de premiação. Em 10 de maio assina contrato artístico com a BMG como Adriana Partimpim, oficializando o heterônimo. Em 30 de maio filma com direção de Miguel Faria, a canção de Tom jobim e Vinicius de Moraes “Eu sei que vou te amar” acompanhando-se ao violão. Em 31 de maio vai para Lisboa cantar no show beneficente Pirilampo Mágico, cerimônia transmitida ao vivo do Coliseu dos Recreios pela RTP. De 2 a 8 de junho dá entrevistas de lançamento do CD Adriana Partimpim em Lisboa. Em 2 de maio canta no Festival de Inverno de Friburgo. Em 6 de julho canta em Petrópolis, no Festival de Inverno. Em 7 de julho canta na cerimônia do Prêmio Tim em homenagem a Lulu Santos, no teatro Municipal do Rio de Janeiro. Em 9 de julho faz show em Mafra, Portugal, de voz e violão. Em 10 de julho faz show em Roma. Em 15 de julho canta em Madri no clube de jazz Calle 54. Em 16 e 17 de julho faz shows no Fórum das Culturas em Barcelona, no palco da Marina. Em 27 de julho lança no Planetário do Rio de Janeiro o CD Adriana Partimpim. Em 23 de agosto canta em homenagem a Augusto de Campos na Casa de Rui Barbosa no Rio de Janeiro, em evento de inauguração da exposição retrospectiva da trajetória de Augusto. Augusto está presente na homenagem e Adriana canta com Cid Campos. Em 1º de setembro faz tarde de autógrafos do CD Adriana Partimpim na Livraria Argumento, Rio de Janeiro. Em 9 de setembro faz show no Centro Cultural dos Correios no Rio de Janeiro, dentro do ciclo “Brasil Gaúcho”. Em 10 de setembro faz show no festival de Música de Itajaí, em Santa Catarina. Em 2 de outubro faz show em Buenos Aires no Teatro Gran Rex. Em 12 e 13 de novembro faz shows em Macapá. Em 11 de dezembro faz show em Porto Velho. Fonte: site oficial

home | notícias | artigos | colunistas | livro de visitas | vídeos
anuncie | aovivo | cadastre-se | galeria de fotos | cidades
classificados | quem toca aqui

Copyright © 2017. Todos os direitos Reservados

Classificados
O que você procura?
Webcam Ao vivo
imagem da webcamClique para ver ao vivo, imagens da nossa webcam.