Rádio Criciuma

Rádio Criciúma

Colunistas
 
Colunistas > Nena Benedet Tautz > Como ensinar valores para os filhos. Parte I

22/05/2010
Como ensinar valores para os filhos. Parte I

Oi Pessoal,

Participei de um seminário na PUC, em Porto Alegre sobre educação e valores. Foi muito interessante e proveitoso.
Gostaria de repassar, algumas dicas de como ensinar valores para os filhos, tema este, de grande importância na educação deles. O artigo foi dividido em duas partes. Boa leitura e aproveitamento.

PARTE I :
1- Seja modelo e exemplo

Uma das coisas mais importantes que podemos fazer para os filhos é ser um bom exemplo. Os filhos são um reflexo real dos pais e o comportamento e atitudes positivos serão responsáveis em nortear um futuro exemplar e gratificante para os filhos. Eles aprendem vendo como você os trata, olhando como você interage com os outros e observando o que você faz em situações diversas durante o dia. Se você quer que seus filhos tenham valores como honestidade, respeito e compaixão precisa mostrá-los em si mesmo. Todo ensinamento do mundo pode “ir por água abaixo” se seus filhos perceberem que você se comporta e age de forma que contradiga o que disse. Seus filhos não pensarão que a perseverança é importante. Eles não acharão importante cumprir compromissos assumidos se você não cumprir os seus com eles. Eles não acharão errado mentir se sempre ouvem você dizer ao chefe que está doente quando não quer ir trabalhar. E o que falar de comportamentos negativos como: fumo, álcool, explosões de ira, discussões do casal na frente dos filhos, falsas promessas dentre outros? Isso acaba por contribuir em pensamentos que ficarão marcados na vida dos filhos.
Atitudes que refletem bondade, expressões de amor, de respeito, de compreensão, de humildade, explicações claras e objetivas, são alguns dos fatores que contribuem para que os filhos cresçam em um ambiente onde os valores estejam presentes e assim, tornarem-se cidadãos.

2- Peça desculpas quando errar

Tem bronca que dói tanto na gente quantos nos filhos. Muitas vezes, bem mais do que gostaríamos, exageramos na dose, erramos a mão, descontamos nos filhos uma raiva que não tem nada a ver com eles; dos problemas no trabalho, das contas para pagar, aborrecimentos de adulto. Acontece, não tem jeito, não é mesmo? E o que precisamos saber fazer é admitir que passamos do ponto e voltar atrás. Não adianta ficar com culpa. É chegar e dizer: “Filho, me desculpe, estava nervosa com outra coisa que não tinham nada a ver contigo e exagerei”. Eles entendem e com certeza ficam aliviados com a explicação.
Nós adultos, temos mecanismos para nos controlarmos. Por isso, quando os pais erram, perdem o controle, devem pedir desculpas. Nem sempre é fácil, mas é preciso tentar. Ser justa, coerente também é admitir que erro. Expor a própria fragilidade é sinal de força e coragem. È também ensinar o valor da justiça, do perdão.

3-Use situações e experiências do dia a dia como inicio para diálogos

Quase todos os dias acontecem fatos que podem dar oportunidade para ensinar algo sobre valores aos seus filhos. Use esses momentos para iniciar conversas com eles. Pode ser algo que você ouviu no noticiário, alguma coisa que vocês ou seus filhos fizeram ou observaram alguém fazer. Peça para seu filho contar como foi a aula na escola. Isto pode ser uma oportunidade importante para um ensinamento.
Quantas vezes não presenciamos crianças fazendo malcriações, adultos furando filas num banco ou motoristas avançando pela contramão. Dialogue com seus filhos questionando-os sobre o fato ocorrido. Quanto mais você fizer isso mais natural se tornará. E assim oportunizara o dialogo e o aprendizado de valores

4 - Oriente seu filho a valorizar a espiritualidade

Que tal planejar algum estudo da Palavra de Deus com seus filhos, cada um explorando uma virtude moral? Uma semana pode ser sobre honestidade, na outra gratidão, compaixão, carinho, generosidade e outros temas.
Ajude seus filhos a verem que, o que você os está ensinando sobre o certo e o errado não é o que você acha, mas que vem de Deus e sua Palavra. Você pode ensiná-los sobre uma figura bíblica específica. Foque em como ela exibiu sua força de personalidade e sua fé quando se defrontou com circunstâncias e testes diferentes. Nos evangelhos as parábolas ensinadas por Jesus são fonte de enorme riqueza e simplicidade para passar valores aos seus filhos. A parábola do filho pródigo fala do amor e do perdão, a parábola do bom samaritano fala da compaixão, a parábola do trigo e do joio fala sobre o bem e o mal no mundo etc.

5. Compartilhe suas experiências pessoais

A maioria de nós pode olhar para trás e pensar em muitas experiências que nos ensinaram lições valiosas. Compartilhe algumas dessas histórias com seus filhos, especialmente aquelas que ilustrem como você tomou decisões e foram consistentes com bons valores. Você pode contar quando você permaneceu com seus valores ao invés de seguir o grupo, sendo amigo de um colega que todos zombavam na escola ou quando devolveu uma carteira perdida ao invés de se apropriar do dinheiro, ou quando se esforçou bastante para atingir uma meta.
Quando você contar cada história, descreva porque foi um dilema moral e como você decidiu o que fazer e como fazer. Você pode compartilhar histórias em que você fez más escolhas e como você aprendeu da pior maneira. Isto é mais eficiente com filhos mais velhos. Ensine-os a aprender com seus erros para não terem que passar pelas mesmas experiências que você.

Um abraço carinhoso,

Nena
cbtautz@gmail.com

 
   

home | notícias | artigos | colunistas | livro de visitas | vídeos
anuncie | aovivo | cadastre-se | galeria de fotos | cidades
classificados | quem toca aqui

Copyright © 2018. Todos os direitos Reservados

Classificados
O que você procura?
Webcam Ao vivo
imagem da webcamClique para ver ao vivo, imagens da nossa webcam.