Rádio Criciuma

Rádio Criciúma

Canais
Como escutar
Programação
Galeria de fotos
Guestbook
Notícias
Colunistas
André Abreu - EUA
Carla Giassi
Cris Freitas
Cristiano Forte
Dante Bragatto Neto
Dentro da Área
Dr Fernando Moreira
Dr. Vilson Schambeck
Maíra Rabassa
Mariana Trichêz Dalanholli
Néia Pavei - Itália
Nena Benedet Tautz
Rádio Criciúma Debate - em vídeo
Vinícius Valcanaia
Serviços
Vídeos
Chat
Classificados
Fale Conosco
Portal
Cadastre-se
Anuncie aqui
Contato
Twitter RádioCriciúma.com.br


Publique as notícias da Rádio Criciúma em seu site. É grátis!
Copie o código abaixo e cole no seu site:
Cidades da região
Forquilhinha

Breve história

A cidade de Forquilhinha, nome que surgiu devido à junção dos rios Mãe Luzia e São Bento, foi colonizada por imigrantes alemães vindos de Mosela, que chegaram no porto do Desterro, hoje Florianópolis. Por volta de 1870, os filhos destes imigrantes deixaram suas moradias no rio Cubatão e fixaram residência na região de São Martinho.
Nos últimos anos do século XIX, informados de que as terras da planície do Araranguá eram férteis, um grupo de homens da região do rio Capivari resolveu conhecê-las. Encontravam-se João José Back, Henrique Berkenbrock, Germano Berkenbrock, Germano Boeing e Felipe Arns. Chegaram à região do rio Mãe Luzia, hoje Forquilhinha, através de picadas em meio aos capoeirais. Os habitantes faziam roças para suprir suas necessidades, pois não havia como comercializar suas produções. A caça e a pesca também eram fontes de alimentação.
Em 1912 chegava, recém casado, Gabriel Arns e no ano seguinte novas famílias provenientes de Capivari. Geraldo Westrup e João José Back, com seus filhos Geraldo e Adolfo, ali fixaram moradia e passaram a comprar as terras dos antigos moradores.
Geraldo Westrup comprou um terreno do italiano Batista Scarduelli, onde instalou uma capela, que continuou a ser freqüentada pelos colonos das redondezas. Gabriel Arns demonstrou liderança quando, de comum acordo com os demais colonos, deu início aos projetos de construção de uma escola e uma igreja para a comunidade.
A Escola foi concluída em 1915. O professor era Jacob Arns. Entre 1915 e 1917 chegavam em Forquilhinha as famílias de Davi e Joaquim Junkes, Bernardo, Antônio e José Eyng, Nicolau e João Preis, Eduardo e Francisco Hoepers, Jorge Steiner, entre outras.
Em 1919 foi iniciada a construção da Igreja, terminada em 1920. No ano de 1935 chegam as Irmãs Escolares de Nossa Senhora para atuarem na escola, que mais tarde funcionou também como internato.
Transformou-se em distrito do município de Criciúma em 1959. A primeira tentativa de emancipação aconteceu em 1975. Somente em 1987, com um plebiscito, ficou decidida a emancipação. Em 26 de abril de 1989 foi criado o município de Forquilhinha. Em 1º de janeiro de 1990 foi instalado solenemente.
O Parque Ecológico Municipal atesta a preocupação do município com o meio ambiente. A preservação ambiental é prioridade em Forquilhinha. Foi a primeira cidade a instalar um parque ecológico, através de um convênio assinado com o Japão. O acordo permitiu a construção de uma estação para monitoramento das águas do rio Mãe Luiza, que corta a região carbonífera. Com 80 mil metros quadrados, o Parque Ecológico Municipal tem cinco hectares totalmente cobertos por Mata Atlântica. Sua estrutura é composta de quiosques, churrasqueiras e campo de futebol à disposição dos visitantes. Durante a semana recebe estudantes que têm aulas de ecologia, cercados pela natureza. .

Gestão 2005-2008
Prefeito: Paulo Hoepers (PP)
Vice-prefeito: José Cláudio Gonçalves (PFL)

Características:
Emancipação: 26 de abril de 1989.
Data festiva: 26 de abril (aniversário da cidade), julho (Festa Municipal do Colono) e dezembro (Semana de Eventos Culturais).
Principais atividades econômicas: Indústria cerâmica, agroindústria e agricultura. Colonização: alemã.
Área: 184 Km2.
Altitude: 42 metros em média.
Ponto culminante: 80 metros no morro do Peru.
População: 19.250 habitantes.
Clima: mesotérmico úmido, com verão quente e temperatura média de 19,2°C.
Abastecimento de água: 92% da população.
Abastecimento de energia: 4.169 residências urbanas, 37 indústrias, 362 comércios, 855 residências rurais.
Escolas públicas: 22
Localização: sul, na microrregião de Criciúma, a 212 km de Florianópolis.
Cidades próximas: Nova Veneza, Meleiro, Maracajá, Criciúma e Içara.

Links
Prefeitura: www.forquilhinha.sc.gov.br



home | notícias | artigos | colunistas | livro de visitas | vídeos
anuncie | aovivo | cadastre-se | galeria de fotos | cidades
classificados | quem toca aqui

Copyright © 2018. Todos os direitos Reservados

Classificados
O que você procura?
Webcam Ao vivo
imagem da webcamClique para ver ao vivo, imagens da nossa webcam.